skip to Main Content
Área do Cliente (41) 3247-2065 contato@exactaonline.com.br
Controle Financeiro Para Clínica Médica – Tenha Uma Empresa Financeiramente Saudável

Controle financeiro para clínica médica – Tenha uma empresa financeiramente saudável

Cuidar do controle financeiro para clínica médica significa cuidar da saúde do seu negócio para atender ainda melhor os seus pacientes! Hoje você saberá tudo o que precisa para seu negócio ser financeiramente estável sempre!

É normal que o controle financeiro para clínica médica, quando aplicado por profissionais especializados na contabilidade para médicos, seja visto como um mal necessário, afinal, a tributação brasileira e a enorme lista de obrigatoriedades fiscais, contábeis e tributárias requer que o empresário se flexibilize e “faça malabarismo” para obedecer a todas elas.

Tudo isso somado à situação econômica e as incertezas políticas e tributárias acaba por criar um ambiente completamente volátil no que diz respeito aos serviços contábeis para médicos… Mas, não tema! Hoje você aprenderá a cuidar dos sintomas que mostram que sua saúde financeira não vai tão bem assim, além de aprender a prevenir que os negócios sofram por falta de um controle financeiro profissional.

Vamos lá?

Pelo que você deve prezar em um controle financeiro para clínica médica?

O controle financeiro para médicos requer um cuidado ainda mais minucioso do que aquele que é aplicado a outros negócios de diferentes segmentos. Uma clínica médica lida com diversos custos que precisam ser mantidos, mas também pode reduzir vários outros, que fazem a diferença no caixa ao final do mês, e isso é algo que vamos explorar aqui!

Além disso, é preciso verificar se o enquadramento tributário está de acordo com as reais necessidades da empresa, com a realidade dela e com as possibilidades.

Podemos considerar como itens fundamentais do controle financeiro para clínica médica:

  • Custos Fixos;
  • Custos Variáveis;
  • Controle de Fluxo de Caixa;
  • Gestão de Fornecedores;
  • Controle de Estoque;
  • Impostos.

Custos fixos e variáveis – itens que podem ser “facilmente” controlados com a ajuda de especialistas e da conscientização

Dentro dos custos fixos, entra o fator funcionários e contas de eletricidade, água etc. Tudo isso deve ser contabilizado e as despesas devem apresentar uma média de gastos mensais, mas que também podem ser reduzidos com medidas de conscientização.

Os custos variáveis também dependem de um controle rigoroso para que seu impacto sobre as finanças da clínica seja mínimo.

Controle de Fluxo de Caixa – uma medida que deve ser aplicada diariamente para evitar problemas

Deixar de aplicar o controle de fluxo de caixa todos os dias é prejudicial à saúde financeira do seu negócio. Despesas podem passar despercebidas e aí você não saberá para onde o seu dinheiro vai ou de onde ele vem.

Perigoso, não é mesmo? Como saber quanto está sendo gasto e com o que, quanto é recebido e por que, se não há um controle preciso sobre tudo isso?

A Gestão de Fornecedores pode te ajudar a economizar bastante

Sim, com a Gestão de Fornecedores, você entende o quanto gasta com cada fornecedor e produto obtido, o que te dá margem para verificar se existem opções que oferecem um melhor custo x benefício no mercado – lembrando que produtos de saúde devem possuir uma qualidade excepcional, logo, o custo não é o único fator a ser observado aqui.

Além disso, é importante ressaltar que essa missão está diretamente ligada ao seu controle de fluxo de caixa. Para entender o quanto gasta com cada fornecedor, você precisa entender quais são os produtos e serviços que mais trazem lucro e que mais custam ao seu negócio para, assim, começar a investigar de forma congruente.

O Controle de Estoque é absolutamente indispensável

Não poderíamos falar do controle financeiro para clínica médica sem mencionarmos o controle de estoque – um item determinante quando o assunto é prevenir a falta de recursos ou o excesso deles. Quando bem feito, categoriza e organiza o estoque de forma a promover maior acessibilidade sobre os produtos e itens necessários para diversas tarefas da clínica.

Os impostos são uma questão mais complicada dentro do controle financeiro para clínica médica

Muitas vezes é possível pagar menos impostos, sim, mas não podemos te dizer que isso acontecerá logo de cara. É necessário realizar uma análise tributária e um planejamento tributário, que servirá para isentar sua clínica do pagamento de impostos que são pagos a maior – isto é, que não deveriam estar sendo cobrados e você e do seu negócio.

É claro que esse trabalho precisa ser realizado por especialistas, pois é como uma bateria de exames que será aplicada sobre a saúde financeira da sua clínica.

Se você quer saber como colocar sua clínica financeira de volta nos trilhos ou, então, prevenir que a saúde financeira do negócio sofra com problemas, entre em contato conosco! Nós, da Exacta, estamos prontos para te atender e temos especialistas na contabilidade para médicos.

Siga-nos no Facebook: @exactaonline

Sucesso e até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top