Como é a contabilidade para o Simples Nacional

O Simples Nacional é uma modalidade de tributação que foi criada para facilitar a abertura e a formalização de micro e pequenas empresas. Em relação às demais tributações, ela é menos onerosa ao empresário se compararmos com as médias e grandes empresas.

O fato da tributação ser menos complexa não dispensa ter um profissional de contabilidade para cuidar da sua empresa junto a você. A Exacta Online pode cuidar da sua contabilidade para ajudar a sua empresa crescer de forma fluida e próspera.

Se minha empresa se encaixa no Simples Nacional, ela precisa de contador?

Sim! Mesmo optando pelo Simples Nacional, sua empresa precisa de contador. Se você quer que sua micro ou pequena empresa tenha saúde financeira e cresça com segurança, você precisa de profissionais altamente qualificados e especializados nos aspectos tributários, fiscais e financeiros.

A Exacta pode proporcionar esse serviço de qualidade, pois a complexidade tributária no país é grande e, apesar do Simples reduzir boa parte da burocracia de tributos, ainda assim, é preciso ter um cuidado todo especial para com as finanças e obrigatoriedades por parte da empresa.

Quando a empresa decide pelo Simples Nacional e adquire serviços profissionais – e especializados – de contabilidade, fica mais fácil conferir maior precisão à gestão e garantir que o principal objetivo do negócio seja alcançar o sucesso e deixar todos os seus problemas para trás. O nosso olhar de especialista faz toda a diferença para o seu negócio.

Como fazer a contabilidade de uma empresa que se encaixa no Simples Nacional

Toda empresa precisa de contador. Fato. Então, se sua empresa decidir pelo Simples Nacional, a assessoria contábil vai garantir que você explore todas as possibilidades dentro desse regime tributário específico. Essas possibilidades permitem que você maximize seus lucros e reduza sua carga tributária e as despesas fixas e variáveis.

Como isso é possível? Preparamos junto com você um planejamento financeiro sólido! Nós, da Exacta, somos especialistas em regime tributário, o que torna mais fácil administrar sua empresa, sem precisar se preocupar com as finanças e com a carga tributária. Além disso, cuidamos das questões burocráticas da legislação por você, como é o caso da Escrituração Contábil, uma obrigatoriedade referente ao regime tributário, segundo o Conselho Federal de Contabilidade, na ITG 2000, aprovada pela Resolução 1.330/11.

A Lei Complementar 123/2006 em seu Artigo 27 e a Resolução 28/2008 do CGSN em seu Artigo 1º dizem o seguinte: “Opcionalmente poderá manter a escrituração contábil simplificada e assim será dispensado o Livro Caixa”. Isso também vale para o MEI (Microempreendedor Individual). Esse cuidado se faz necessário para que sua empresa não seja tributada toda vez que tiver lucro.

Todos esses detalhes estão no planejamento tributário que vamos preparar para você.

O Simples Nacional utiliza o DAS para recolhimento do imposto

Uma empresa optante pelo Simples Nacional precisa fazer um recolhimento mensal que será através do DAS, um documento único de arrecadação. Ele consiste nos seguintes tributos:

  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Contribuição para o PIS/Pasep;
  • Contribuição Patronal Previdenciária (CPP);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);

O valor mensal do seu DAS será determinado pela relação entre folha de pagamento e receita bruta da sua empresa, que não devem ultrapassar o índice de 28%. Mas fique tranquilo, isso é calculado no sistema eletrônico da Receita Federal, mas nós também podemos preparar previsões desses custos para você. Caso a relação seja igual ou superior, existe uma tabela no próprio sistema da Receita informando as alíquotas.

Como saber se sua empresa se encaixa no Simples Nacional

Para que sua empresa seja optante pelo Simples Nacional, nós, da Exacta, vamos realizar um estudo da sua empresa e apresentaremos uma declaração simplificada e única, com todas as informações socioeconômicas e fiscais. Junto a essa declaração, já teremos a escrituração tributária e a definição dos impostos que serão aplicados nesse regime tributário para poder apresentar à Seguridade Social.

Em resumo, o faturamento da sua empresa deve ser igual ou inferior a R$ 360.000,00 por ano. Caso sua empresa seja considerada uma EPP (Empresas de Pequeno Porte), o faturamento precisa ser superior a R$ 360.000,00 e igual ou inferior a R$ 3.600.000,00 por ano.

Sobre a tributação do Simples Nacional, são considerados 8 tributos dentro de um único boleto de pagamento, de acordo com a Lei Complementar n° 123 de 14/12/2006:

  • IRPJ (Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica);
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados);
  • Contribuição para o PIS/PASEP;
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
  • CPP (Contribuição Patronal Previdenciária);
  • ICMS (Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação);
  • ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza).

As alíquotas podem variar de 4,5% a até 16,95% sobre o faturamento bruto anual de acordo o enquadramento da da sua empresa.

Quer abrir uma Microempresa? Entre em contato com a Exacta que viabilizamos para você.

Solicite um orçamento sem compromisso!

Entre em contato e saiba mais

Soluções inovadoras e marcantes!

Contato

Rua Maria Trevisan Tortato, 937
Novo Mundo – Curitiba PR
CEP: 81020-000

logo rodapé

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

× Como posso te ajudar?