skip to Main Content
Área do Cliente (41) 3247-2065 contato@exactaonline.com.br
Dentista Simples Nacional – Comece Pagando Menos Impostos

Dentista Simples Nacional – Comece pagando menos impostos

Como um Dentista Simples Nacional eu posso pagar menos impostos?

Hoje, aqui no blog da Exacta, nós vamos falar sobre uma dúvida que é bastante comum para quem está no ramo da odontologia ou deve começar – se o dentista nacional paga menos impostos ou não.

Ou, em outras palavras, se esse regime tributário é realmente vantajoso para o profissional de odontologia!

Bom, o dentista foi incluído no Simples Nacional a partir de 2015, quando foi incluída a categoria de empresas e clínicas de prestação de serviços médicos e dentários.

Antes disso, uma grande quantidade de médicos e dentistas estavam enquadrados no sistema do Lucro Presumido, cuja tributação acontece através de um percentual de 13,33% sobre o faturamento bruto, dentro do que tange os impostos federais, com exceção do ISS, que é tributado conforme um percentual que varia de 2% a 5% sobre o faturamento. Não é só isso, as clínicas médicas e odontológicas ainda devem pagar 27,8% sobre o valor da folha de pagamento, dentro do Lucro Presumido. Essa última porcentagem se refere ao INSS patronal.

E o Simples Nacional, é vantajoso?

O Dentista Simples Nacional pode, sim, pagar menos impostos. É claro que isso depende de algumas variáveis, principalmente o valor do faturamento!

Por isso, é fundamental que o dentista e o médico se policiem quanto aos seus faturamentos e analisem qual é a melhor opção para recolher os impostos. Ainda que elimine boa parte da burocracia, dificilmente valerá a pena para uma empresa que não tem funcionários adotar o Simples Nacional.

Vai aderir ao Simples Nacional? Se atente a estes pontos!

O pedido para alterar o regime tributário e se tornar um Dentista Simples Nacional precisa ser realizado até o dia 30 de janeiro do ano em que haverá a aderência. É claro que essa escolha dependerá – e muito – do faturamento anual e da folha de pagamento.

Basicamente, a alíquota aumenta conforme o faturamento vai chegando perto do teto do Simples. Para o Lucro Presumido, a alíquota vai aumentando conforme cresce a folha de pagamento.

É claro que a escolha não é das mais fáceis – e nem deve ser realizada pelo dentista ou médico sozinho. É necessário realizar simulações que ajudem o empresário a encontrar o regime tributário mais adequado à realidade do seu negócio. No caso do Simples, ter mais funcionários pode ajudar a reduzir a quantia paga em impostos.

O Dentista Simples Nacional precisa estar muito atento a um detalhe importante: embora os impostos sejam recolhidos através de uma única guia, a contribuição patronal é recolhida de forma separada. Por tanto, é preciso avaliar bem a situação!

Nós, da Exacta, somos profissionais especializados na Contabilidade para Dentistas, e podemos te ajudar a cuidar das obrigações legais, fiscais e tributárias do seu negócio, esteja ele dentro do Simples Nacional ou de outro regime tributário.

Se você busca uma contabilidade online, encontrou! Fale conosco e tire todas as suas dúvidas! Nós estamos prontos para te ajudar!

Siga-nos no Facebook: @exactaonline

Sucesso e até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top